História

     A AEBA tem 28 anos de existência e muita história para contar. Sua vida é marcada por lutas em prol da categoria, tanto por melhores condições de saúde, trabalho e vida para os empregados, quanto pelo fortalecimento do Banco da Amazônia, e também pela defesa da Região Amazônica. Em seu currículo acumula inúmeras vitórias para os trabalhadores, principalmente durante as campanhas salariais. A AEBA foi fundada em Assembléia Geral no dia 2 de fevereiro de 1987. Assim nasceu a Associação, uma entidade representativa não só dos interesses do funcionalismo, mas que se matém alerta para defender o próprio Banco. A intenção era construir uma instituição nos moldes das associações já existentes dos outros Bancos Públicos. Avaliando o contexto histórico de sua criação, apontamos o anterior à sua fundação, em 1986, escândalos por desvio de recursos ocorreram no Banco. Aliás, naquele momento, a instituição passava por uma administração inescrupulosa, situação que justificou a criação da Associação.

     A unificação de discursos e estratégias através das reuniões e encontros, são os mecanismos usados pela entidade para definir sua atuação, sempre alinhada com as reais necessidades do trabalhador do Banco da Amazônia. Os impasses são muitos, porém a AEBA agrega tempestividade e vigor em suas lutas. Nesse sentido, a Associação realiza a cada dois anos, o Encontro Nacional dos Empregados do Banco, oportunidade para avaliar e debater a instituição Banco da Amazônia, suas responsabilidades como fomentador do desenvolvimento da região amazônica e principalmente, seu comprometimento com seus empregados, o verdadeiro combustível que move esta instituição. O ENEB possibilita à categoria discutir e deliberar sobre suas questões, que pautam a atuação da Associação.